Dicas

1 - Utilização de Gás

1- Acenda o fósforo ou qualquer outro instrumento de ignição e depois abra o botão de controle de gás

2- Quando a água começar a ferver, mantenha o fogo baixo

3- Ao utilizar o forno, procure mantê-lo fechado

4- A chama do gás deve apresentar a coloração azulada. A presença de tonalidades amarelas indica que os queimadores estão sujos ou desregulados. Providencie a regulagem do aparelho

5- Não use a temperatura máxima de seu aquecedor desnecessariamente. Colocar o controle na temperatura máxima e misturar água desperdiça água e gás

6- Peça auxilio a um técnico de assistências autorizada para ajustar a temperatura ideal do seu equipamento para as condições da instalação de sua residência

7- Evite banhos prolongados e desligue a água enquanto estiver ensaboando-se. Assim, você economiza gás e água

8- O queimador deve acender imediatamente quando a torneira de água quente é aberta. Caso haja dificuldades no acendimento, verifique a ligação elétrica ou substitua as pilhas

2 - Selo CONPET, do Programa Nacional da Racionalização do Uso dos Derivados do Petróleo e do Gás Natural

Sem título

Na parte superior, estão indicados, o nome da Empresa, a Marca, o Modelo do aquecedor e o Tippo de Gás usado ( Gás Liquefeito de Petróleo – GLP ou Gás Natural -GN)

As letras representam a classificação do aquecedor. A letra A indica que o aparelho obteve o Melhor índice de Eficiência; a letra B, um pouco menos eficiente; e assim por diante até chegar à letra E, que é o nível mais baixo.

O Rendimento indica o percentual de eficiência do aproveitamento energético do gás na transferência de calor para água.

O selo apresenta também informações da Capacidade de Vazão de água aquecida em 20° com relação a água fria na entrada do aparelho, sua Potência e o Consumo Máximo de Gás (GN em m3/h ou GLP em kg/h)

3 - Pilhas para aquecedores

A maioria dos aparelhos usam duas pilhas D, é necessário troca-las quando sentir que a água não está aquecendo como deveria, antes de ligar para assistência técnica.